Comunidade
Tendência

Velório coletivo em Saudades

Familiares e amigos acompanham o funeral

Está sendo realizado desde a madrugada o velório coletivo das cinco vítimas do ataque a creche Aquarela. A despedida acontece no Parque de Exposições Theobaldo Hermes. As vítimas são : Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses, Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses, Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 meses. Além das crianças foram mortas a professora Keli Adriane Aniecevski de 30 anos e a agente educacional Mirla Renner, de 20 anos. O Governo do Estado decretou luto oficial de três dias.

A missa será conduzida pelo Bispo Dom Odelir José Magri, da Diocese de Chapecó, e pelo padre Armando Grützmann. Os sepultamentos ocorrerão após a celebração religiosa no Cemitério Municipal.

Ao todo, 25 psicólogos de toda a região Oeste estão trabalhando para dar amparo à comunidade e aos familiares. A Polícia Militar deslocou 23 profissionais para a cidade, em nove viaturas. A Polícia Civil, por sua vez, deslocou homens de Pinhalzinho, Modelo, Chapecó, Nova Erechim, além do helicóptero da corporação que atua na região.

O prefeito de Saudades, Maciel Schneider, classificou o dia 4 de maio como o “mais triste da história do nosso município”. Ele agradeceu a pronta atenção dada pelo Governo do Estado e ressaltou que a população não estava preparada.

“Jamais poderíamos imaginar em passar por um momento como esse. Somos uma cidade acolhedora, tanto que o nosso lema é o ‘Vale da Hospitalidade’. Nos assusta o fato que aconteceu, mas agradecemos o trabalho de todos para elucidar este crime”, declarou o prefeito.

O delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Norberto Koerich, representou o Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial na cidade e reafirmou que toda a estrutura do Governo do Estado será utilizada para elucidar o crime o mais rapidamente possível. As investigações serão capitaneadas pelo delegado Jerônimo Marçal.

O autor do crime Fabiano Kipper Mai de 18 anos, tentou suicídio após o ataque, porém foi atendido, passou por cirurgia em Chapecó, mas não corre risco de morrer. Na casa dele, a polícia encontrou o computador que será analisado, as embalagens das duas facas utilizadas no crime e cerca de R$ 11 mil em espécie.

Artigos relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x