Ciência e SaúdeNotícias
Tendência

Anvisa analisa uso emergencial da vacina Convidecia

Imunizante é do laboratório chinês CanSino. Agência deve se manifestar em até sete dias úteis

Na terça-feira (18) a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu um pedido de autorização temporária para uso emergencial, em caráter experimental, da vacina contra a Covid-19 chamada Convidecia. O pedido foi feito pela empresa Belcher Farmacêutica, representante do laboratório chinês CanSino Biologics no Brasil. A análise da documentação já foi iniciada.

Em março, antes da formalização do pedido, a Anvisa realizou duas reuniões com representantes do laboratório CanSino onde foram apresentados os procedimentos necessários e as informações que a empresa deveria fornecer para a análise. A Agência deve se manifestar em até sete dias úteis, caso todos os requisitos legais tenham sido cumpridos pela empresa solicitante.

O imunizante da CanSino é produzido a partir de um adenovírus humano não replicante e é oferecido em apenas uma dose. Os ensaios clínicos da vacina foram desenvolvidos no Paquistão, Rússia, Chile, Argentina e no México.

Fonte: Brasil 61

Artigos relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x