Infraestrutura
Tendência

Novos molhes vão transformar a paisagem em Porto Belo

O investimento é de R$ 13 milhões, custeados pelas incorporadoras da cidade, no sistema de substituição de outorga onerosa

A construção de dois molhes às margens dos rios Perequê e Perequezinho, em Porto Belo, transformará a área em um importante local de atração turística e urbanística na região da Costa Esmeralda. O projeto de execução do molhe e o termo de compromisso assinado entre a prefeitura e Associação das Construtoras e Incorporadoras do Município de Porto Belo (ACIP) para a construção das obras foi entregue nesta segunda-feira, 21 de junho, ao prefeito Emerson Luciano Stein, em solenidade realizada no Restaurante e Pousada Blumenauense, com apoio da Sicredi.

A previsão é de que as obras iniciem em outubro ou a partir da liberação das licenças ambientais e alvará de construção, com prazo estimado de 180 dias para conclusão a partir do começo dos trabalhos. O investimento é de R$ 13 milhões, custeados pelas incorporadoras da cidade, no sistema de substituição de outorga onerosa.

Com 180 metros na ponta Sul e 380 metros na ponta Norte, os molhes vão contribuir para melhorar a qualidade da água, reduzir a influência de maré do Rio Perequê e aumentar o leito do rio, evitando que a pluma de sedimentos se concentre na orla marítima, além de servir como um quebra ondas. Do ponto de vista turístico, segundo a ACIP, a construção será um atrativo importante para a população local e turistas que escolhem a região como destino de passeio anualmente.

Conforme o presidente da ACIP, Maycol Marini, os projetos dos molhes foram pensados para que as estruturas funcionem como um novo cartão postal para Porto Belo, onde as pessoas tenham prazer em conhecer e visitar. Durante a entrega, Marini destacou a importância da participação do prefeito Emerson Luciano Stein e dos representantes da Câmara de Vereadores para a realização de tão importantes obras para o município.

Associado aos projetos da construção do calçadão do Balneário Perequê e o projeto de engordamento da faixa de areia, a expectativa é de que os molhes tragam à região um viés urbanístico e de contemplação das belezas naturais da cidade. “Se não tivesse esse olhar dos empresários, essas obras não aconteceriam”, citou o prefeito. “Vamos ter toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento do município”, acrescentou.

A projeto da construção do molhe é resultado de uma parceria público/privada com a Prefeitura de Porto Belo e a união da classe empresarial em prol do desenvolvimento do município. Fundada em 2019, a entidade é um conglomerado de construtoras e incorporadoras com o objetivo de ajudar o desenvolvimento de Porto Belo.

Além dos molhes, a ACIP também desenvolveu outros sete projetos executivos para o município (confira a lista abaixo). Entre eles, é destaque a dragagem da Avenida Senador Atílio Fontana, orçada em R$ 6 milhões, e a elaboração do Masterplan Perequê. O objetivo do Masterplan é definir uma proposta global que vai traçar diretrizes para o futuro do Balneário de Perequê. Todas as obras projetadas serão realizadas no sistema de substituição de outorga onerosa.

PROJETOS

  • Masterplan Perequê
  • Molhes dos rios Perequê e Perequezinho
  • Engordamento da Faixa de Areia
  • Projeto de Urbanização dos Molhes e da Orla do Perequê
  • Passarela do Costão dos Vieiras
  • Galeria de Drenagem, Pavimentação e Urbanização da Rua Santino Voltolini
  • Urbanização e Pavimentação Rua Dorvalino Voltolini
  • Praça da ponte de pedestre sobre o Rio Perequezinho

Artigos relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x