Uncategorized
Tendência

Camboriú cria o Fundo Especial de Direitos da Mulher

O projeto tem o objetivo de proporcionar meios financeiros para desenvolvimento de políticas públicas e ações destinadas ao enfrentamento à violência contra as mulheres

Camboriú institui a criação do Fundo Especial de Direitos da Mulher do Município. O projeto tem o objetivo de proporcionar meios financeiros para desenvolvimento de políticas públicas e ações destinadas ao enfrentamento à violência contra as mulheres.

“Quero parabenizar todos envolvidos com esta causa. Estamos buscando cada vez mais fortalecer o sistema, de modo que a vítima perceba que ela pode sim quebrar o ciclo de violência, pois ela não está sozinha. Tenho orgulho em dizer que a nossa Camboriú está unida em prol essa luta de combate à violência contra mulher”, ressaltou o prefeito.

A vereadora e presidente da Procuradoria da Mulher no Legislativo, Inalda do Carmo parabenizou o Executivo e o CMDM pela dedicação e ações do Agosto Lilás no município. “Tenho orgulho em ver Camboriú se destacando com um tema tão importante como é a violência contra mulher. Somos parceiros e com certeza esse projeto contribuirá muito com a causa”, enfatizou.

Fundo Especial

Os recursos, angariados pelo Fundo Especial, deverão ser aplicados exclusivamente para a consecução de seus objetivos, devendo ser aplicados com prioridade no combate a violências física, psicológica, sexual, moral e patrimonial contra as mulheres.

O Fundo Especial possibilitará o suporte financeiro necessário aos programas ou ações voltados às mulheres, além de permitir a vinculação de receitas específicas para esse tipo de ação, viabilizando assim a obtenção de recursos em diferentes fontes.

Evento

Na ocasião foi prestada uma homenagem a algumas pessoas que tem história na luta da busca por direitos das mulheres e do combate à violência contra a mulher. Os homenageados foram: a representante da Rede Catarina da Polícia Militar, sargento Rita, que no período de 1° de Julho de 2020 à 24 de Agosto de 2021 realizou 518 visitas. A presidente do CMDM e mentora do OAB Por Elas, que atende mulheres no município, Dra Káthia Soares. A presidente do Conselho de Direito da Vítima de Santa Catarina, Giane Bello. O secretário de Desenvolvimento e Assistência Social, Edson Godinho Mafra Júnior, sendo que atualmente as mulheres do município podem contar o CREAS, que disponibiliza um serviço de apoio a mulheres vítimas de violência, por meio de um centro especializado de atendimento psicólogo, assistência social e advogado. Além da delegada titular Polícia Civil de Camboriú, Dra. Giselle Cristiane Costa Lima e da ex-delegada da Polícia Civil, Magali Ignácio, que é a fundadora da Delegacia de Proteção à Mulher, à Criança e ao Adolescente de Balneário Camboriú.

Artigos relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x