Uncategorized
Tendência

Camboriú terá Sala Lilás para acolher mulheres vítimas de violência

O espaço será destinado ao acolhimento e ao atendimento especializado para mulheres, crianças, adolescentes e idosos vítimas de violência em Camboriú

No final da tarde de quinta-feira, dia 2, o prefeito de Camboriú, Elcio Rogério Kuhnen recebeu o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, dr. Fernando Callfass, a diretora da Associação de Delegados da Polícia Civil (Adepol), dra. Ester Fernanda Coelho e a coordenadora das Delegacias de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMIs) em Santa Catarina, delegada Patrícia Zimmermann D’Ávila em seu gabinete. A reunião foi para oficializar a notícia de que o município terá uma Sala Lilás funcionando nos próximos meses, dentro da Comarca Central. O espaço será destinado ao acolhimento e ao atendimento especializado para mulheres, crianças, adolescentes e idosos vítimas de violência em Camboriú.

“É com muita alegria que recebemos essa notícia maravilhosa, que com certeza só vem a somar aos serviços realizados na nossa Camboriú, pois demonstra que estamos no caminho certo de fortalecimento na luta de combate à violência doméstica”, enfatizou o prefeito Elcio Rogério Kuhnen.

De acordo com o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, dr Fernando Callfass, além de Camboriú, as cidades de Penha, Timbó, Xaxim, Capinzal e Fraiburgo também receberão um espaço especializado. “Acompanhamos as demandas de todas as cidades de Santa Catarina e os dados demonstram a necessidade de ofertarmos um atendimento diferenciado nesse setor especifico. Nosso objetivo principal é ter um ambiente acolhedor e diferenciado dos demais atendimentos da delegacia, possibilitando assim que a escuta à vítima seja realizada de forma mais humanizada e individualizada”, explicou.

A Sala Lilás faz parte da iniciativa da Polícia Civil durante a ação Verão Seguro realizado em 2020. O espaço foi implantado como projeto piloto na cidade de Florianópolis em dezembro de 2020, e agora o projeto está sendo expandido para mais seis cidades no Estado. Todas as salas são idênticas e contam com um profissional especializado para atender a vítima.

Foto ilustrativa

Artigos relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x