Uncategorized
Tendência

Semasa vai vistoriar 26 mil imóveis

A intenção é detectar ligações clandestinas de esgoto


O Município de Itajaí, através do Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura (Semasa), deu início a uma grande ação para detectar ligações clandestinas na rede coletora de esgoto já em operação. Serão vistoriados aproximadamente 26 mil imóveis residenciais, comerciais e industriais da cidade ao longo dos próximos 27 meses. O objetivo é reduzir a poluição causada pelo despejo irregular de esgoto e garantir praias e rios limpos. A ação é realizada por meio do programa É Só se Ligar.

A equipe do Semasa estará devidamente identificada com camisetas, crachás e veículos e vai atuar de segunda a sexta, das 8h30 às 17h, e aos sábados, das 8h30 às 12h. Os funcionários passarão em todos os imóveis do município com rede coletora de esgoto instalada para orientar sobre a maneira correta da ligação, apresentar o programa aos moradores, distribuir materiais informativos e agendar as primeiras inspeções. Estas visitas iniciaram nesta semana pelos bairros Fazenda, Cabeçudas e Praia Brava e serão ampliadas gradativamente para outros locais da cidade. Dados de fiscalização da autarquia apontam que 76% dos imóveis estão irregulares.

“Itajaí quer rios e praias mais limpos, sem poluição causada pelo despejo irregular de esgoto. Além do compromisso que todos têm com a preservação do meio ambiente, ligar corretamente na rede representa saúde e valorização do imóvel. O objetivo é que todos tenham o Certificado de Regularidade de Instalações Sanitárias e Pluviais de Edificação para uma Itajaí saneada”, observa o diretor de Saneamento do Semasa, Victor Silvestre.

Na primeira ação, a equipe utilizou uma máquina de fumaça (testes de insufladores de ar) para detectar ligações clandestinas. Os fiscais passaram pelas ruas João Batista Vieira, Manoel Fernandes Vieira, Gumercindo Rocha, Leopoldo Ternes, Antonio Bonanomi, Fritz Schneider e Pedro Camilo da Silva.

Na Rua Antonio Bonanomi e Rua Leopoldo Ternes foram detectados dois imóveis irregulares, com conexão pluvial na rede coletora de esgoto. Os locais serão vistoriados pela equipe para adequação do sistema interno na rede coletora.

Como funciona

O programa É Só Se Ligar passará de imóvel em imóvel e oferecerá à população serviço técnico gratuito. Inicialmente, as equipes de campo irão utilizar equipamentos para detectar ligações de esgoto clandestinas. A partir daí, o processo funcionará por agendamento: o proprietário do imóvel receberá um comunicado para agendar a vistoria do Semasa, que consiste em uma série de testes com corante em cada ponto hidráulico do imóvel. Ao final do processo, o responsável recebe uma notificação detalhando o que precisa ser adequado, com prazo de 90 dias para regularização.

Artigos relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x