Uncategorized
Tendência

Operação no camelódromo apreende 4 toneladas de material

A ação cumpriu 66 mandados de busca e apreensão em combate aos crimes contra a propriedade material, contra as marcas e sonegação fiscal

Nesta quarta-feira, 08, foi deflagrada a operação “Etiqueta Segura 4”, uma ação conjunta formada pela Polícia Civil, Receita Federal e Estadual, Procon, Conselho Estadual de Combate à Pirataria (CECOP) e OAB, em Balneário Camboriú.O objetivo da ação é cumprir 66 mandados de busca e apreensão em combate aos crimes contra a propriedade material, contra as marcas e sonegação fiscal. As buscas são cumpridas em um centro de compras.

A Polícia Civil atua por meio da Delegacia Fazendária da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC). A OAB está representada pela comissão de direitos de proteção à propriedade. Participam 40 policiais civis e ao total estão envolvidas 80 pessoas, sendo 19 auditores da Receita.

Quatro toneladas de material apreendido

De acordo com o delegado de polícia Pedro Mendes, da Delegacia Fazendária da DEIC, as buscas visaram apreender farto material de origem ilícita. A operação apura, também, eventual sonegação fiscal pelas empresas que vendiam esse material e verifica a procedência dos produtos.

O delegado estima que foram apreendidas quatro toneladas de material. Agora, os produtos serão encaminhados à perícia. “Após o laudo pericial e os trabalhos concluídos, se for constatada realmente a pirataria, o material é destruído e tirado de circulação”, relatou o delegado.

O coordenador do Conselho Estadual de Combate à Pirataria (CECOP), Jair Schmitt, explica que a formalização da denúncia iniciou por meio de representantes do Conselho. “Trabalhamos em conjunto com vários órgãos e entidades e após os mandados, vamos fazer o levantamento dos volumes apreendidos para saber a quantidade exata e o valor da apreensão”, conclui.

Artigos relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x