Uncategorized
Tendência

SC abriu mais de 50 mil vagas de trabalho em dois meses

Número representa o segundo melhor resultado do país no período

A geração de empregos segue em ritmo acelerado em Santa Catarina neste começo de 2022. Nos dois primeiros meses do ano, foram abertos 51,9 mil novos postos de trabalho formais no estado, o que representa o segundo melhor resultado do país no período. Apenas em fevereiro, foram abertas 28,5 mil novas vagas em solo catarinense. Os dados fazem parte do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados pelo Governo Federal.

O governador Carlos Moisés salienta que, mesmo com a menor população entre os três estados do Sul, Santa Catarina possui um desempenho superior aos vizinhos Paraná e Rio Grande do Sul. No saldo do ano, ficou atrás apenas de São Paulo, que possui uma população quase sete vezes maior. Segundo o chefe do Executivo estadual, isso é fruto de uma economia pujante e diversificada com um setor produtivo confiante e aguerrido.

“Hoje, nós vivemos o pleno emprego em Santa Catarina. Nossa taxa de desocupação é de 4,3%, a menor do país. É um motivo de grande satisfação para um governante quando vemos o nosso estado se destacar todos os meses na geração de postos de trabalho. O Governo tem trabalhado lado a lado com o nosso setor produtivo, fornecendo segurança jurídica e parcerias a todos que querem empreender. Mesmo com todas as dificuldades a nível internacional, teremos mais um ano exitoso”, afirma o governador.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, ressalta que, em termos proporcionais, Santa Catarina possui o melhor resultado entre todos os estados do Sul e do Sudeste. Quando se leva em consideração o tamanho da população já empregada, o estado catarinense teve uma variação relativa de 2,29% até fevereiro. Apenas o Mato Grosso está na frente neste item, com 3%.

“Vale destacar também que Santa Catarina teve a maior geração de empregos da sua história em 2021, com quase 168 mil novas vagas. Isso com todos os percalços por conta da pandemia de Covid-19. Nós conseguimos manter as pessoas empregadas, o que lhes forneceu esperança e dignidade em um momento crítico. Vamos avançar ainda mais em 2022, voltando à normalidade e fazendo o nosso estado crescer de maneira sólida e com bem estar social”, afirma Buligon.

Na divisão por setores econômicos, o destaque de fevereiro ficou para os serviços, com mais de 16 mil novos empregos no mês. Em seguida, veio a indústria, com 7 mil novas vagas. Construção civil (3,4 mil), comércio (1,3 mil) e agricultura (465 vagas) também tiveram resultado positivo.

Artigos relacionados

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Botão Voltar ao topo
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x